Matemática e Computação
 

Mensagens
Não te abandones em lugares onde a luz da tua harmonia não esteja presente.

 

 

ALEGRIA DE VIVER

“Mas a vossa tristeza se converterá em alegria.” – Jesus (João, 16:20)

Diante da vida que transcorre, procura encontrar alegria de viver, apesar de todos os percalços que venhas a enfrentar.

Nasceste no meio familiar adequado aos teus reajustes interiores, tens um corpo físico propício às exigências da tua alma, a posição social e financeira condizentes ao que tu mesmo escolheste para o teu aprimoramento interior. Não te revoltes, pois, se a vida com que sonhas não te satisfaz plenamente.

Contudo, embora as dificuldades e atritos a enfrentar, ama a vida ainda assim.

Aprende a estender o teu olhar mais além, abarcando a vida daqueles outros irmãos, que passam por duras e dolorosas provações. Sentirás os teus problemas pequeninos e amenizados, para não mais te entregares a nenhuma queixa.

Olha ao teu redor, vê aqueles que estão mais perto de ti e verifica as necessidades de cada um, as carências que podes suprir com a tua compreensão, com o teu carinho e o teu amor.

Observa a própria Natureza em seu esplendor e saberás encontrar alegria em cada raio de sol, em cada brisa que sentes afagar tua pele, em cada flor que oferece o seu delicado perfume. Apura os teus ouvidos e perceberás os sons que ela transmite pelo cantar dos passarinhos, pelo rumorejar das correntezas, pelo barulho das cachoeiras, pelo cricrilar dos grilos, pela sinfonia das cigarras... Tudo é beleza e alegria, a te encantar os sentidos!

Observa o movimento ensurdecedor das metrópoles: as buzinas, o apito das locomotivas, a sirene das fábricas, as vozes humanas, o riso alegre de crianças a brincar, a algazarra de estudantes ao finalizar das aulas, os sons estridentes a surgir por toda parte... e poderás compreender que tudo representa manifestação de progresso, pois tudo é vida.

Onde estiveres situado, na cidade ou no campo, no trabalho ou no aconchego do lar, eleva o teu pensamento a Deus e ora, por tudo agradecendo, pelo que tens e pelo que és. Conseguirás assim, filho querido, encontrar na própria vida que desfrutas, alegria de viver!

Irmã Maria do Rosário – Médium: Lucia Cominatto

ESCOLHENDO CAMINHOS

“Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta e espaçoso o caminho que leva à perdição, e muitos são os que entram por ela.” – Jesus (Mateus, 7: 13)

Quando ainda no Plano Espiritual te preparavas para uma nova encarnação, tiveste dúvidas sobre os resultados das tuas escolhas, perante os caminhos a seguir.

Renascido, porém, e vivendo hoje neste mundo material, dois caminhos se apresentam à tua frente: o do bem e o do mal.

O caminho do bem surge aos teus olhos como de muitas lutas, de sacrifícios imensos e até mesmo de dores acerbas.

O caminho do mal, embora ilusório se te apresenta mais belo: diversões a valer, posições de destaque, dinheiro fácil, glórias efêmeras...

Qual destes caminhos escolherás? Dependendo da tua escolha o teu destino estará traçado: felicidade futura ou sofrimentos atrozes.

Se buscares o caminho das facilidades terrenas, dos prazeres fictícios, já terás encontrado aqui mesmo na Terra, as recompensas que esperas.

Contudo, se escolheres o caminho das dificuldades, das lutas inglórias, mas se persistires no esforço pela tua renovação interior, estarás preparando para o teu futuro alegrias imensas, como resultados da tua proposta de a tudo superares com resignação cristã.

São as duas portas a que Jesus se referiu um dia: a “porta estreita” das dificuldades, mas que leva a um crescimento interior, e a “porta larga” das facilidades, que leva à perdição e, conseqüentemente, à dor.

Analisa, filho meu, o que desejas para o teu futuro, fazendo escolhas certas na tua vida presente. Embora hoje possas ter uma vida difícil, lembra-te de que, neste mundo, nada é eterno, tudo passa. Assim, os teus problemas e as tuas dores atuais haverão de passar, como também passará um dia, esta encarnação, a fim de retornares à Pátria Espiritual.

Procura, pois, para o teu próprio bem, construir um futuro de luz e de paz, buscando hoje o que desejas para o teu amanhã, a fim de que possas colher os louros a que fizeres jus, pelo teu esforço em te libertares das tuas imperfeições.

Irmã Maria do Rosário – Médium: Lucia Cominatto

FALANDO DE FÉ

“Se tiveres fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele há de passar...” – Jesus (Mateus, 17:20)

Crê firmemente, crê em Deus Pai, crê na vida que tens, crê em ti mesmo...

Para aquele que tem fé, nenhuma dificuldade é obstáculo que não se possa transpor, nenhuma dor é sofrimento que não se consiga suportar.

No teu caminhar terreno, filho meu, prossegue lutando com todas as forças que possas trazer em ti, aceitando com resignação e coragem toda taça de amarguras que a vida te obrigue a sorver.

Aprenderás com as lutas a ser mais forte interiormente e, com os sofrimentos, crescerás em humildade e paciência.

A vida se constitui de trabalho constante, de problemas a superar, de dores a suportar, mas também de alegrias e esperanças a renovar a nossa vontade de crescer.

Se “a fé remove montanhas”, como ensinou Jesus, e se a cultivares dentro de ti, conseguirás vencer as montanhas das dificuldades a transpor, sem te entregares ao desânimo ou ao desespero, quando as coisas se fizerem mais difíceis em teu viver.

Lembra-te, porém, de que as montanhas mais difíceis a superar, são justamente aquelas que trazemos dentro de nós: as nossas fraquezas e imperfeições.

Com fé vencerás o egoísmo que ainda possa te aprisionar aos teus próprios interesses, o orgulho que te leve a falsas condições de superioridade perante os teus irmãos.

Com fé superarás todo receio de te mostrares renovado interiormente e diferente daqueles que persistem nos caminhos ilusórios da vida.

Com fé não te envergonharás perante aqueles que te julgarem um fraco, por já saberes perdoar, ao invés de revidar as agressões sofridas.

Com fé terás a consciência tranqüila por reconhecer que estás a seguir as pegadas do Mestre Jesus, na certeza de estar caminhando ao encontro da sua divina luz, pelas obras de caridade que souberes realizar.

Irmã Maria do Rosário – Médium: Lucia Cominatto

SENTIMENTOS E EMOÇÕES

 

“Não te deixes vencer pelo mal, mas vence o mal com o bem.” – Paulo (Romanos, 12:21)

Educa, filho meu, os teus sentimentos e as tuas emoções para que consigas agir na vida de modo mais brando, sem te entregares a atitudes desvairadas que, de alguma forma, possam demonstrar desequilíbrio interior.

Canaliza os teus sentimentos pela fonte do amor, a fim de que, em sintonia com os bons pensamentos, eles possam levar-te a realizar algo de concreto em favor do bem do próximo.

Sentimentos de tristeza geram atitudes negativas de egoísmo ou de insulamento.

Sentimentos de alegria tornam a vida mais amena, levando-te a agir com bondade perante aqueles que te cercam.

Controlando as tuas emoções, não te entregarás a atitudes perigosas e extremistas e que te levem a agir sem pensar. Controlar, porém, não significa reprimir e sim, educar, para não retribuires o mal com o mal, com manifestações de ódio ou desejos de vingança.

É natural que todos nós externemos as nossas emoções diante das situações inusitadas da vida. Porém, se soubermos educá-las, jamais permitiremos que as nossas emoções nos levem a praticar atos inconseqüentes e dos quais possa gerar algum remorso.

Emoções negativas e desequilibradas revelam embrutecimento da alma.

Contudo, emocionar-se perante acontecimentos dolorosos na vida de outros irmãos ou diante de pequeninos gestos de amor que nos sensibilizem o coração, demonstra crescimento interior.

Unindo os bons pensamentos às emoções construtivas, muito poderemos realizar no campo do bem, permitindo-nos levar alegria, paz e esperança aos corações aflitos e desiludidos.

E, relembrando o Apóstolo Paulo, “ Não te deixes vencer pelo mal, mas vence o mal com o bem ”, faze com que os teus sentimentos e emoções se transformem em realizações belas e nobres e que te engrandeçam aos olhos do Mestre Jesus.

Irmã Maria do Rosário – Médium: Lucia Cominatto

VENCENDO PRECONCEITOS

“Aquele, dentre vós, que estiver sem pecado atire a primeira pedra.” – Jesus (João, 8:7)

Preconceito, como a própria palavra indica, “pré-conceito”, se constitui numa avaliação antecipada, num julgamento preconcebido da conduta alheia, baseados em opiniões adquiridas ao longo dos anos, por se ouvir falar o que é certo ou o que é errado.

Preconceitos existem muitos: sobre raças, religiões, nacionalidades, condições sociais e financeiras, escolhas sexuais, partidos políticos e outros mais.

Passamos a ter visões distorcidas da realidade e julgamos o comportamento de nossos irmãos, de acordo com a nossa ótica abrangente de um conceito errado e enraizado em nossa alma.

Contudo, é preciso estarmos atentos em nossas opiniões, para não fazermos julgamentos errôneos, entregando-nos a críticas destrutivas.

Recordemos que, muito raramente é possível saber o que fomos ou fizemos em outras encarnações. Não teríamos passado por vivências iguais? Não teríamos pertencido a outras raças, vivido com outro sexo, nascido em outros povos?

Analisa a ti mesmo, filho meu, e procura observar se não tens sido preconceituoso em relação ao teu próximo. Já sabes, por exemplo, enxergar com indulgência aqueles irmãos com condutas diferentes da tua? Já reconheces como iguais a ti os que têm a cor da pele mais escurecida, por saber que somos todos feitos da mesma matéria, com as mesmas funções orgânicas e as mesmas necessidades fisiológicas?

O que, provisoriamente, diferencia as pessoas é o grau de aquisições espirituais, que as direcione para o bem ou para o mal.

Se tiveste na vida mais oportunidades que outros irmãos e soubeste aproveitá-las, saberás reconhecer as diferenças culturais e religiosas com olhos compassivos.

Lembra-te das palavras proferidas por Jesus, quando homens preconceituosos apedrejavam a mulher pecadora: “Aquele, dentre vós, que estiver sem pecado atire a primeira pedra”.

Somos todos pecadores, criaturas em constante evolução e, o que hoje não mais fazemos, pudemos ter feito no passado ou virmos a fazer futuramente.

Portanto, filho querido, limpa a tua alma e liberta-te de quaisquer preconceitos que ainda possas trazer em ti, para que não venhas a retardar o teu progresso espiritual, e faze como Jesus, ama a todos igualmente como verdadeiros irmãos, filhos que somos de Deus Pai, o Criador.

Irmã Maria do Rosário – Médium: Lucia Cominatto