Matemática e Computação
 

Mensagens
Não te abandones em lugares onde a luz da tua harmonia não esteja presente.

 

Perdoar sempre

"Perdoar é a única revolução que jamais fizemos".

"Se você perdoar alguém que o ofendeu, ele continua do mesmo jeito, mas você se sentirá melhor".

"Aquele que agride é sempre alguém a um passo do desequilíbrio".

Se você perdoar o mentiroso, ele continuará mentiroso, mas você não se sentirá mal por causa das mentiras dele".

( Presença Espírita - março/abril 2006 )

Perdoe imediatamente, frustrando o mal no nascedouro. ( André Luiz )

A impressão que em geral se tem, é de que o mal já foi feito, de que se está simplesmente reagindo a uma situação, quando não se consegue perdoar.

Perdoar sempre

Na verdade, quando não perdoamos, é que o mal começa a nascer, dentro de nós.

O que quer que nos atinja, por mais sério que seja, é sempre exterior. Mas quando guardamos este mal dentro de nós na forma de mágoa, ressentimento ou desejo de vingança, é que ele começa realmente a nos ser prejudicial.

Quanto nos pesa um ressentimento! Quanto nos custa uma vingança! Quanto espaço mental ocupa? De que modo nos deixa cegos? Isto, quando não sofremos suas conseqüências diretamente na saúde física e psicológica.

Portanto, a qualquer momento em que perdoamos uma ofensa, estamos de fato nos libertando destas conseqüências.

Parece que se está, ao contrário, libertando o outro: de reparar o que fez. Mas, se ele agiu certo e nós entendemos errado, não terá nada a reparar perante a lei divina. E se agiu errado, terá de responder diante dela por seu ato, independente de nosso perdão.

Enfim,o perdão em si nada tem a ver com quem é perdoado. Tem tudo, tudo a ver com quem perdoa.

Rita Foelker ( Grupo Espírita Renascer )

Perdoar sempre

É comum em nosso dia-a-dia sofrermos decepções e ficarmos magoados.
Isso é até mesmo natural, pois somos humanos e temos sentimentos, princípios e, também, sonhos e carências.

Algumas pessoas, porém, não conseguem superar as decepções e deixam crescer dentro de si uma mágoa, que irá proporcionar ressentimento, se não for tratada.

Ressentimento é continuar sentindo a decepção e a mágoa.

O caminho é logo chegar à amargura. Quando isso acontece, nosso organismo todo atingido.

Ficamos também doentes física, emocional e espiritualmente.

Algumas pessoas se tornam agressivas e carrancudas.

Sem o perdão, não poderemos ter o restabelecimento de nossa plena saúde.

Perdoar quer dizer "desatar cadeias, ataduras". Quem não perdoa está preso a correntes, a uma triste lembrança do passado e não pode desenvolver-se.

Perdoar é uma decisão.

É escolher entre liberar a pessoa que nos ofendeu ou querer vingar-se.

Quando temos um coração cheio de amor e paz é muito mais fácil perdoar.

Esse amor é mais forte do que o ódio lançado contra nós.

O amor apaga esse mal e podemos assim perdoar... Não só devemos perdoar quem voltou às pazes conosco ou quando tudo está ótimo para nós.

Jesus perdoou os seus agressores ainda na cruz quando Ele sentia as maiores dores.

Seu amor foi suficiente para exercer o perdão.

Se desejamos ter uma vida de paz e um futuro maravilhoso, devemos pedir que Deus encha nossos corações de amor, pois assim poderemos perdoar.

Não vale a pena ficar preso a um fato negativo do passado. Temos uma vida pela frente... Às vezes perdoar é muito difícil...chegamos a pensar que nunca perdoaremos, que nunca esqueceremos alguma magoa que alguém nos proporcionou... mas isso é passageiro... as magoas passam e se soubermos perdoar o coração fica mais leve... ficando mais leve "cabe" muito mais amor e carinho dentro dele... portanto, por mais difícil que seja o melhor caminho é mesmo o perdão...

( Portal Espirita L.E.M.A.
Legião Espiritual e Material de Ajuda )

Quem ama

Quem ama nada exige.

Perdoa sem traçar condições.

Sabe sacrificar-se pela felicidade alheia.

Renuncia com alegria ao que mais deseja.

Não espera reconhecimento.

Serve sem cansaço.

Apaga-se para que outros brilhem.

Silencia as aflições, ocultando as próprias lágrimas.

Retribui o mal com o bem.

É sempre o mesmo em qualquer situação.

Vive para ser útil aos semelhantes.

Agradece a cruz que leva sobre os ombros.

Fala esclarecendo e ouve compreendendo.

Crê na Verdade e procura ser justo.

Quem ama, qual o samaritano anônimo da parábola do Mestre, levanta os caídos da estrada, balsamiza-lhes as chagas, abraça-os fraternalmente e segue adiante...


Xavier, Francisco Cândido; Baccelli, Carlos A.. Da obra: Brilhe Vossa Luz.
Ditado pelo Espírito Alexandre de Jesus.
4a edição. Araras, SP: IDE, 1987.